segunda-feira, 2 de maio de 2011

Sorte ou Destino?

Puts, hoje parei pra refletir e refletindo pude ver o quão azarada (sem sorte) eu sou. Confesso que devo ser uma pessoa macumbada, ou como andam dizendo: ''songa monga''. Alias, o que é esta tal sorte?
 
*Sorte é um quase-sinónimo de destino, com a principal diferença de admitir uma divisão entre "boa sorte" e "má sorte" (quando se fala em destino, essa divisão é inadmissível). No entanto, imaginar que existe uma sorte é algo que exige admitir a ideia de predestinação, ou seja, de que algo ocorreu por fatalidade, programação ou desígnio imposto por forças maiores, sejam estas cosmogónicas, metafísicas ou teológicas.
A questão da boa sorte em jogos de azar serviu de inspiração para a matemática. Conta-se que, durante a França do século XV, um certo jogador profissional chamado De Mére indagou um de seus amigos, o matemático francês Blaise Pascal, sobre como prever racionalmente os resultados de uma partida de cartas ou dados. De posse sobre as questões do jogador, Pascal iniciou uma vasta troca de correspondência com outros colegas de estudos e profissão. Os resultados desse debate evoluiriam posteriormente para uma bem-ordenada teoria da probabilidade.
A concepção de sorte é profundamente enraizada no imaginário popular. Na cultura popular, imagina-se que a sorte possa ser obtida através de artifícios "mágicos", como ferraduras de cavalo, trevos de quatro folhas, etc.*
A principal questão imposta por esta ideia é: POR QUE A SORTE ORA É BOA, ORA É MÁ?

Um comentário:

  1. Parabens pelo blog, acompanho ja faz algumas semanas.
    Estou seguindo, se puder, entra no meu blog e siga eu tb. Grato.
    Caso haja interesse em trocar banners, é só copiar o código do meu banner, e me avisar que imediatamente coloco o seu banner no meu blog.
    beijos.
    http://loucopolemico.blogspot.com

    ResponderExcluir